Os marcados

Os marcados

Os marcados

Grupo de advogados goianos pede em ação popular que deputados e senadores citados nas delações da Odebrecht sejam impedidos de votar matérias como de ordem tributária, previdenciária, financeira e orçamentária. Fundamento foi buscado na ” Teoria dos Frutos da Árvore Envenenada”, da Suprema Corte dos Estados Unidos, segundo a qual o Estado não pode legitimar algo que na sua origem nasceu de um ato ilegal ou ilícito”, explica Pedro Sérgio.

Acompanhem a matéria na íntegra clicando no link : Ação popular “Os marcados” 

 

 

Junto com os advogados Mônica Paiva, Rogério Pereira Leal, Pedro Sergio dos Santos, Pedro Guilherme Afonso dos Santos, Eduardo Nascimento, Fabio Peixoto, Felipe Abrão, Augusto Amorim, Narcilene Moreira, Cháritta Rodrigues e Márcio Cunha eles debruçaram sobre o tema e elaboraram uma petição conjunta após muitas discussões e embates para a melhor forma de impedir que quem esteja sob suspeita possa votar matéria de grande alcance social.

Fonte Diário da Manhã: Acompanhem a matéria na íntegra clicando no link : Ação popular “Os marcados” 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *